Um país chamado Petrobras!

Um país chamado Petrobras!

(Publicado no O POVO em 31 de maio de 2011 – http://tinyurl.com/UM-PAIS-CHAMADO-PETROBRAS)

Lula teria dito: “a Petrobras é tão grande que merecia ter eleições para seu presidente”.  Lulices a parte, com investimentos de R$ 250 bilhões até 2014, a Petrobras é a quarta maior empresa de energia dos terráqueos. Resultado de uma “canetada” histórica de Getúlio Vargas, em 1953, só a marca da Petrobras é avaliada em R$ 20 bilhões, pela BrandAnalytics.

Lembro-me bem, na década de 90, do estereótipo do Brasil no exterior: o país do carnaval e do futebol. Passados 10 anos, alunos franceses me indagavam, curiosamente, sobre a Petrobras, já uma vedete energética do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) antes mesmo do “fuzuê” no mercado causado pelo “Pré-sal”.

Enfim, desembarca no Ceará a PREMIUM, uma refinaria da Petrobras que merece escrita “de cabo a rabo” em maiúsculo. Trata-se de um estado nordestino de R$ 21 bilhões (PIB Piauiense) se instalando no Pecém. Serão 90 mil postos de trabalho durante sua construção, garante o meu ex-aluno da saudosa Escola Técnica, Raimundo Lutif, gerente da refinaria.

A idéia de um Ceará, assim, cheio de energia muita, vem de Virgílio Távora que iluminou o Ceará com Paulo Afonso, nos anos 60, a Tasso Jereissati que criou o complexo do Pecém. É de se considerar os esforços políticos de Inácio Arruda (também meu ex-aluno da Escola Técnica) e de Cid Gomes que, segundo corre à boca miúda no Becco do Cotovelo, andou até praticando tupi-guarani pra negociar com os Tapebas a instalação da refinaria.

Na euforia, há de se cuidar dos efeitos colaterais. Seria de bom tamanho um Fórum ESpecial para a TransiçÃO (FESTAO) a ser engendrada por essa grande obra de engenharia que meu professor Jesamar Leão, Presidente “Honoris Causa” da Coelce, chamaria de “ponto de inflexão na história do Ceará”, enquanto o sertanejo do Arneiroz de Dona Lalazinha apelidaria de “uma coisa danada de boa ciscando”.

Um “FESTAO”, então, para esse grande “PREMIUM” !

Mauro Oliveira

PhD, Diretor da antiga Escola Técnica Federal do Ceará

Esse post foi publicado em 1. Artigos JORNAL. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s