5) REFLEXÕES QUE VÊM DO MAR: Sobre a ALMA

5) REFLEXÕES QUE VÊM DO MAR: Sobre a ALMA jovem

“Nunca diga aos jovens que os seus sonhos são impossíveis. Nada seria mais dramático e seria uma tragédia se eles acreditassem nisso”. Shakespeare e Gonzaguinha são ALMAs jovens, acreditam que a “vida devia ser bem melhor e será”. É preciso constante evolução, fruto da inquietação, pra se ter ALMA jovem. O inquieto, por não ter idade, compreende-se na transcendência do seu tempo. Ter ALMA jovem é melhor que ser jovem, é estar preparado pra se renovar, se começar, se começar de novo, … enfrentando desafios novos, como as ondas do mar  … com calma, sem medo, com paciência, com empatia… com a ALMA jovem … (“minha alma cheira a talco, como bumbum de bebê, de bebê…“)

>>> Dedico esse ensaio ao casal Galeara & Eudes, amigos do Seu Mauro do Colégio Batista <<<

Esse post foi publicado em Notícias e Eventos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s